Publicado em Deixe um comentário

Como ser mais calmo?

Se você, alguma vez, sofreu estresse ou ansiedade, sabe como isso pode afetar negativamente seu desempenho na vida. Você se lembra de como conseguiu lidar com essa situação? Foi natural ou você precisou dedicar um tempo para compreender seus sentimentos em relação à situação e assim saber agir de maneira mais adequada? 

O jeito que absorvemos e lidamos com nossos sentimentos é um fator importante na forma como reagimos às situações do dia a dia. Saber lidar com emoções ruins de forma madura, por exemplo, é indispensável para desempenhar nossos papéis de forma mais efetiva e harmoniosa.

Primeiramente você precisa entender o que desperta e de onde vem sua agressividade. O que aconteceu que te deixou desse jeito? Por que isso te incomodou? Essa sensação sobre esse acontecimento é recorrente? Qual a raiz desse problema? Quando isso começou?

Desenvolver essa linha de pensamento sobre seus sentimentos é essencial para você começar a se entender e consequentemente passar a dominar seus sentimentos e sua reação sobre eles.

Essa “técnica” deve ser desenvolvida individualmente e também com ajuda de especialistas, psicólogos e terapeutas. A forma como você se entende é totalmente individual, não tem uma receita certa e homogênea. Cada um encontra o seu jeito de digerir seus sentimentos. Para uns o método mais eficaz é falar, para outros pensar, cantar, correr, treinar mas nunca devemos nos calar e engolir o que sentimos sem compreender o que sentimos.

Esse aprofundamento sobre os sentimentos é a tão famosa “inteligência emocional”. A inteligência emocional consiste em saber gerir emoções, aprender a reconhecê-las, e assim entender o que elas querem nos dizer. Isso, para que não sejamos comandados pelos sentimentos e saibamos utilizar as informações que nos passam para agir de forma mais sábia e madura. 

A partir disso, podemos melhorar nossa comunicação, guiar nossas tomadas de decisão de forma mais assertiva e impactar positivamente em como nos comportamos perante a nós mesmos e ao outro.

Essa é, então, uma competência que nos assegura relacionamentos mais saudáveis, tanto pessoais como profissionais. Por ser um fator fortalecedor, utilizar uma gestão emocional, proporciona que experiências negativas sejam ressignificadas e assim nos comuniquemos com mais assertividade. Dessa forma, tendemos a ter resultados melhores do que tendo atitudes e decisões tomadas por impulso.

Realizar essa gestão emocional é um fator importante para conseguirmos lidar com pressões do cotidiano, contornar os sentimentos ruins e não nos deixarmos abalar gerando um posicionamento mais saudável em relação à vida. É uma forma, então, de também prezar pela própria saúde mental.

Em situações de conflitos, a necessidade de saber lidar com emoções é nítida. Quando alguma pessoa não entende o que sente e não sabe utilizar essas informações para agir com sabedoria, o problema acaba se inflamando e dificilmente será resolvido. Muitas vezes, a má compreensão emocional nesse contexto acaba resultando em ofensas, mágoas e prejuízos para todos.

Portanto, gerir bem o seu emocional é de extrema importância em todas as relações, pois mesmo que tenhamos posturas diferentes no ambiente familiar e no profissional, somos as mesmas pessoas. Como seres humanos, todos possuímos crenças, necessidades e padrões de comportamento diferentes, as emoções vêm e vão como forma de nos alertar e agregar informações para agirmos com consciência.

É muito interessante, portanto, que você tome uma postura cada vez mais humanizada e trabalhe essa habilidade em diferentes níveis e momentos para melhorar sua qualidade de vida e motivação. 

Se você gostou de saber um pouco mais sobre esse tema e gostaria de se aprofundar em técnicas de relaxamento, conheça nossas meditações que te auxiliarão na sua gestão emocional.

Escrito por: Equipe Arcanjoterapia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *