É natural em tempos difíceis que as pessoas reflitam sobre Deus, a religião e suas crenças como uma fonte de consolo e esperança, exatamente o que mais precisamos em tempos de crise. 

Como um casaco de inverno que é guardado na primavera, para muitas pessoas a fé é descartada assim que a crise passa. As crises, por sua natureza, aumentam e diminuem, são cíclicas. Mas a necessidade da espiritualidade permanece. 

Essa necessidade espiritual tem raízes mais profundas do que apenas consolo e esperança. É a necessidade de sabedoria e principalmente da sabedoria de si mesmo. 

Sabedoria é passível de análise e reflexão mas exprime a ideia do saber e do conhecimento, seja teórico, filosófico, psicológico ou emocional. Mesmo as pessoas que se consideram espiritualizadas tendem a pensar e buscar também questões como auto-estima e amor próprio.

A sabedoria é pessoal e de importância crucial. Ela dá respostas sobre por que existimos, como realmente desejamos conduzir nossas vidas e qual é o nosso propósito. A sabedoria oferece uma visão da própria consciência, ligando toda a fluidez da vida e circunstâncias do dia a dia com um plano maior da existência.

Isso atinge o âmago da realidade. Em última análise, a busca pela sabedoria nos coloca frente a realidade, nos unindo como seres humanos irmãos, únicos e ao mesmo tempo iguais.

Quando falamos sobre autoconhecimento, as pessoas se sentem livres para se expressar fora das doutrinas das religiões. Eles se sentem abertos a experiências que eram normalmente negadas e condenadas. 

Evolução

A espiritualidade contribui com uma busca humana magnífica, onde a evolução da consciência é real e necessária e vale a pena persegui-la. 

Esses valores representam a sabedoria como experiência pessoal e não como palavras em um livro, por mais sagrado que seja o texto. A espiritualidade abrange um grande número de pessoas que experimentaram a transcendência por meio da meditação ou de várias outras experiências, aqueles momentos em que o véu do eu pessoal se afasta e a realidade é vista sem interferência do ego e de velhos condicionamentos.

Como um movimento de base, a espiritualidade pessoal é poderosa. O caminho da sabedoria, sendo atemporal, está sempre aberto.

Neste momento, a busca pessoal e o caminho interior são o movimento mais viável que temos e merece ser considerado em seus próprios termos, sem rótulos. Mas com amor pela sabedoria e pelo recurso inexplorado de possibilidades humanas. Por isso, conte com um Arcanjoterapeuta para te auxiliar nesse processo de autodescobrimento.

Você também pode gostar: